Organização Nacional de Centros de Oncologia e Hematologia
  • O paciente com câncer não precisa sentir dor

    A dor é um sintoma que pode ocorrer nas neoplasias malignas e, muito provavelmente, é o sintoma mais temido pelos pacientes. Contudo, é possível mitigá-la de modo significativo com avaliação e tratamentos adequados. Vista como inútil e desumanizante, a dor pode acarretar grande estresse e sofrimento aos pacientes e aos que os rodeiam: o cuidador

    Read more
  • Instituição Certificada é sinônimo de segurança para o paciente

    Uma acreditação oferece segurança aos pacientes das instituições que logram esta conquista. O Centro de Combate ao Câncer obteve, em 2009, o nível Acreditado com Excelência da ONA – Organização Nacional de Acreditação. Em 2010, tornou-se o primeiro centro de tratamento oncológico, no Brasil e no mundo, a obter o nível Excelência Internacional pela Accreditation

    Read more
  • Impacto do luto na prática médica

    Cuidar de pacientes gravemente doentes e em fase terminal pode produzir reações de luto nos profissionais de saúde. No contexto da oncologia, a atuação desses profissionais implica lidar com as repercussões do câncer ameaçando vidas e sofrer as intercorrências da doença em situações extremas, numa realidade diária em que são forçados a lutar contra a

    Read more
  • O tabagismo é a principal causa de morte evitável no mundo

    Nesta entrevista o Dr. Marcelo Santos, médico oncologista associado ao Centro de Combate ao Câncer, esclarece dúvidas comuns sobre o vício de fumar e confirma que abandonar o cigarro é sempre a melhor alternativa. CCC: Quais são os prejuízos que o cigarro traz para a saúde? Dr. Marcelo: O tabagismo é considerado pela Organização Mundial

    Read more
  • Paciente quer participar das decisões sobre seu tratamento

    Cerca de dois terços das mulheres diagnosticadas com câncer de mama em estágio inicial querem participar na tomada de decisões sobre seu tratamento, de acordo com uma nova pesquisa realizada com pacientes de cinco países diferentes. Algumas querem o controle completo sobre as escolhas de tratamento, enquanto outras querem compartilhar a decisão com o seu

    Read more
  • Alteração do fenótipo molecular em tumores de mama

    Perda da expressão do Receptor 2 de Fator de Crescimento Epidérmico (HER2) nos sítios metastáticos de tumores primários de mama com superexpressão de HER2 A modificação do fenótipo molecular (ER, PR e HER2) entre o câncer de mama primário e metastático tem sido cada vez mais relatada na literatura e evidenciada na prática clínica diária.

    Read more
  • A droga everolimo utilizada no câncer de mama avançado

    Dra. Alba Valéria de Oliveira, médica oncologista do Centro de Combate ao Câncer. A hormonioterapia é peça-chave no tratamento de pacientes com câncer de mama metastático hormoniossensíveis. O uso de inibidores da aromatase em pacientes pós-menopausadas leva a altas taxas de benefício clínico (resposta e doença estável) e ganho de sobrevida global, sendo considerado o

    Read more
  • Avanços no tratamento do Melanoma Metastático

    Dr. Ariel Kann,
 ex-médico oncologista do Centro de Combate ao Câncer. O melanoma é a forma mais letal de câncer de pele. Descoberto em uma fase inicial pode ser curado com a cirurgia isolada, mas mesmo precocemente ele pode gerar metástases nas quais as opções de tratamento são limitadas. Até recentemente, apenas duas drogas estavam

    Read more
  • Novas terapias em Linfoma de Hodgkin

    Dr. Cristiano Fernandes,
 médico hematologista do Centro de Combate ao Câncer. O desfecho clínico dos pacientes com Linfoma de Hodgkin, estádio I-II e fatores de prognóstico desfavoráveis, melhorou de forma significativa nos últimos anos com a utilização do tratamento combinado (quimiorradioterapia). Estudo do Grupo Alemão de Estudo de Hodgkin (GHSG) apresentado no Congresso da Sociedade

    Read more
  • Novas drogas para o tratamento do melanoma avançado

    Duas novas armas contra o melanoma avançado foram apresentadas em junho de 2011 durante o Congresso da Sociedade Americana de Oncologia Clínica, em Chicago (EUA). O melanoma é um tipo raro de câncer de pele que, em fases avançadas, é extremamente agressivo e não responde bem aos tratamentos atuais (quimioterapia ou radioterapia). A estimativa de

    Read more